RESSIGNIFICAR SABERES ATRAVÉS DA REFLEXÃO SOBRE A PRÁTICA DOCENTE

  • Solange Koltermann
  • Nairana Scwinzekel

Resumo

A reflexão sobre a identidade e a prática pedagógica, a partir da visão e formação pessoal do educador no cotidiano escolar, transforma-se em um dos principais espaços de formação docente. Segundo Tardif (2002), o professor precisa conhecer o objeto de estudo de sua disciplina, não só possuir conhecimentos da formação acadêmica, mas também desenvolver um saber baseado na experiência cotidiana com os alunos. Nesse sentido, a proposta da oficina “Ressignificar saberes através da reflexão sobre a prática docente” oportuniza a reflexão sobre a prática e a formação docente no cotidiano escolar, desencadeando o desejo por mudanças e buscando soluções para os problemas detectados no espaço escolar, ressignificando saberes através da reflexão sobre a práxis docente. O ofício de educar vai além de um simples ensinar, auxiliando na construção global do ser humano, formando sujeitos pensantes, capazes de gerir a própria vida. O papel do educador não se restringe à repetição de conhecimento, pois perpassa toda a formação de valores e conceitos que estão inseridos no cotidiano do sujeito e intimamente ligados a todo conhecimento que construiu. Portanto, o processo reflexivo será desenvolvido a partir da contação da obra infantojuvenil: “Uma Professora Muito Maluquinha”, de Ziraldo. As análises serão embasadas nos relatos de experiências, nas apresentações de esquetes e fundamentadas teoricamente nos estudos realizados por Arroyo, De Certeau, Demo, Freire, Ferraço, Goodson, Hall, Larrosa, Marques, Nóvoa, Oliveira, Tardif. É importante ressaltar que, no cotidiano escolar, o professor é um sujeito sociocultural, o principal agente de formação e autoformação. No entanto, quebrar as práticas pedagógicas engessadas, as amarras de uma educação bancária, depositária e ultrapassada para os dias atuais, mas ainda presente na prática, é tarefa árdua e constante por parte dos professores/pesquisadores que fazem do seu dia a dia um aprender contínuo. Em suma, as aprendizagens, as histórias de vida, o que realmente marcou o dia a dia na escola ou na vida ficam guardadas no inconsciente, marcadas nas cicatrizes, na memória pessoal/social, individual/coletiva, norteando o fazer pedagógico de cada professor, construindo/reconstruindo as concepções de escola, aluno e sociedade.

Publicado
2017-10-23
Como Citar
KOLTERMANN, Solange; SCWINZEKEL, Nairana. RESSIGNIFICAR SABERES ATRAVÉS DA REFLEXÃO SOBRE A PRÁTICA DOCENTE. Revista do Seminário de Educação de Cruz Alta - RS, [S.l.], v. 5, n. 1, p. 89-90, oct. 2017. ISSN 2595-1386. Disponível em: <http://www.exatasnaweb.com.br/revista/index.php/anais/article/view/299>. Acesso em: 17 oct. 2019.