TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO

  • Coordenação do Evento
  • Lilian Azeredo dos Santos
  • Mariléia Azeredo dos Santos

Resumo

Nas últimas décadas, ampliaram-se as discussões no âmbito da Educação Inclusiva. Com a garantia de direito de estar preferencialmente na rede regular de ensino, alfabetizar as crianças com o diagnóstico de Transtorno de Déficit de Atenção (TDAH) tornou-se um desafio para os profissionais que atuam nesta etapa educacional. Sendo assim, o objetivo do presente trabalho é contribuir para a prática docente, oportunizando aos professores aprofundar os conhecimentos acerca da temática. Com fundamentação em Brown (2007), pretende-se trazer para o cenário das discussões, os aspectos mais relevantes como definição, causas, decorrências e possibilidades de recursos a serem usufruídos nos primeiros anos do Ensino Fundamental, almejando assim auxiliar na alfabetização e no cotidiano da vida da criança com TDAH. Sabe-se que além dos professores, os familiares envolvidos nesse contexto também passam por obstáculos e incertezas, pois habitualmente esses alunos são taxados como preguiçosos e relapsos, ou então sem limites ou força de vontade, ignorando que o TDAH é um problema essencialmente químico nos sistemas de gerenciamento do cérebro, o qual acomete as funções executivas, dificultando a aquisição de novas aprendizagens. A desatenção dos alunos que apresentam de TDAH muitas vezes ultrapassa a dificuldade de prestar atenção e se organizar, e se manifesta com sintomas de impulsividade e instabilidade emocional, sendo necessária a intervenção de profissionais da área da saúde, tais como psiquiatras e psicoterapeutas. Além do diagnóstico, o acompanhamento durante o tratamento é fundamental, principalmente quando for necessário o uso de psicoestimulantes. Na fase do letramento é que surgem as maiores dificuldades, para esses alunos, pois não se adaptam as rotinas e também não seguem regras, causando desordem em sala de aula, pelo comportamento agitado, desatento e impulsivo. O TDAH pode comprometer a leitura, a escrita e outras áreas, afetando significativamente a aprendizagem do aluno. Contudo, através de pequenas mudanças e estratégias na rotina da criança, bem como adaptações no planejamento, pode-se contribuir para amenizar as manifestações do transtorno, mais que isso, auxiliar para uma melhor qualidade de vida para os alunos tão rotulados pela sociedade.

Publicado
2019-04-15
Como Citar
DO EVENTO, Coordenação; DOS SANTOS, Lilian Azeredo; DOS SANTOS, Mariléia Azeredo. TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO. Revista do Seminário de Educação de Cruz Alta - RS, [S.l.], v. 6, n. 1, p. 53-54, apr. 2019. ISSN 2595-1386. Disponível em: <http://www.exatasnaweb.com.br/revista/index.php/anais/article/view/613>. Acesso em: 19 nov. 2019.