PAREDES PARA QUÊ? OUSADIAS DAS ESCOLAS PARA O SÉCULO XXI

  • Coordenação do Evento
  • Leticia Lutz
  • Armgard Lutz

Resumo

A pesquisa qualitativa do tipo etnografia em educação abordou a inovação na educação com o objetivo de identificar os desafios às escolas diante da nova geração de alunos e das mudanças na sociedade no século XXI. A introdução de inovações nas escolas reveste-se de grande complexidade envolvendo mudanças desde alterações na estrutura física das escolas, na mentalidade dos professores, das equipes gestoras, nas relações com as comunidades escolares e outras opções por paradigmas que sustentam os processos pedagógicos denominados 3.0 e 4.0. Autores como Imbernón (2000), Thurler (2001), Enguita (2004), Charlot (2013), Tough (2017) Prinsky (2017) entre outros, anunciam rupturas possíveis em atenção às necessidades das novas gerações de alunos, das comunidades e os desafios ao desenvolvimento profissional dos professores. Concluem que a reinvenção da escola se concretiza através da co-construção entre escola e comunidade, num continuum, tendo por suporte os direitos humanos, os quatro pilares da educação e os estudos culturais.

Publicado
2019-05-10
Como Citar
DO EVENTO, Coordenação; LUTZ, Leticia; LUTZ, Armgard. PAREDES PARA QUÊ? OUSADIAS DAS ESCOLAS PARA O SÉCULO XXI. Revista do Seminário de Educação de Cruz Alta - RS, [S.l.], v. 6, n. 1, p. 428-436, may 2019. ISSN 2595-1386. Disponível em: <http://www.exatasnaweb.com.br/revista/index.php/anais/article/view/691>. Acesso em: 26 feb. 2020.