PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARA O ATENDIMENTO DE ALUNOS COM SURDOCEGUEIRA

  • Thaís Ferreira Bigate

Resumo

O presente estudo apresenta práticas pedagógicas empregadas no atendimento de alunos com surdocegueira. Essa deficiência compromete os principais sentidos de recepção de informação, logo os professores devem utilizar práticas distintas daquelas usadas com estudantes com deficiência visual e deficiência auditiva. A população surdocega tem como principal característica a heterogeneidade, exigindo, assim, diferenças nos atendimentos de alunos que apresentam distintos períodos de aquisição da deficiência e divergem em graus de perda da audição e da visão. A fim de compreender esse processo, o estudo de caso foi selecionado como metodologia e a coleta de dados foi realizada por meio de levantamento bibliográfico e entrevista semiestruturada. Concluiuse que a principal dificuldade encontrada pelos professores foi a comunicação e que a presença de um tradutor e intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras) é fundamental no atendimento a esse público.

Publicado
2020-02-04
Como Citar
BIGATE, Thaís Ferreira. PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARA O ATENDIMENTO DE ALUNOS COM SURDOCEGUEIRA. Revista do Seminário de Educação de Cruz Alta - RS, [S.l.], v. 7, n. 01, p. 42, feb. 2020. ISSN 2595-1386. Disponível em: <http://www.exatasnaweb.com.br/revista/index.php/anais/article/view/747>. Acesso em: 07 aug. 2020.