A COMUNICAÇÃO NÃO VIOLENTA COMO MEDIADORA DAS RELAÇÕES INTRA E INTERPESSOAIS NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO

  • Mariléia Azeredo dos SANTOS

Resumo

Diariamente tomamos conhecimento de relatos de violência e posturas agressivas nos mais diversos contextos, seja nas redes sociais, mídia, família e até mesmo no trabalho. Lamentavelmente, episódios assim são cada vez mais comuns no nosso cotidiano, interferindo diretamente nas relações interpessoais. Na escola não é diferente. Professores precisam estar preparados para intermediar e resolver as demandas de conflitos que prejudicam o convívio entre os alunos. De acordo com as competências gerais da BNCC, a educação deve primar pela oferta de ações que contribuam para a transformação da sociedade no que se refere às relações humanas, exigindo que a educação faça seu papel de mediadora neste processo.

Publicado
2020-02-06
Como Citar
DOS SANTOS, Mariléia Azeredo. A COMUNICAÇÃO NÃO VIOLENTA COMO MEDIADORA DAS RELAÇÕES INTRA E INTERPESSOAIS NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO. Revista do Seminário de Educação de Cruz Alta - RS, [S.l.], v. 7, n. 01, p. 106-107, feb. 2020. ISSN 2595-1386. Disponível em: <http://www.exatasnaweb.com.br/revista/index.php/anais/article/view/769>. Acesso em: 03 aug. 2020.